indicadores financeiros
Gestão

Conheça os indicadores financeiros fundamentais para sua PME

Medir e controlar alguns indicadores financeiros é essencial para gestores que desejam fazer sua empresa crescer. Ainda é comum encontrarmos empresários de pequenas e médias empresas estarem muito envolvidos na operação do seu negócio, atendendo clientes, fazendo o trabalho comercial e se envolvendo nas operações do dia a dia.

Não há nada de errado em fazer parte das atividades operacionais, desde que o empresário reserve um tempo para cuidar da gestão do negócio, analisando as estratégias da empresa e acompanhando seus principais indicadores, para garantir que tudo esteja caminhando para onde ele deseja.

Dentre as principais atividades da gestão de um negócio, está a gestão financeira, que você pode conhecer melhor em nosso post “Gestão financeira: Guia prático e completo para sua empresa”.

Neste artigo, iremos nos aprofundar em um tema muito importante da gestão financeira, que são os indicadores financeiros. Boa leitura!

O que são indicadores financeiros e por que utilizar?

Indicadores financeiros são métricas geradas a partir de dados financeiros da empresa e utilizados como parâmetros para medir a saúde do negócio.

Por incrível que pareça, não controlar corretamente seus indicadores financeiros é um erro muito comum cometido por vários gestores. Esse grave erro na gestão acontece muitas vezes por falta de conhecimento sobre estes indicadores, fazendo com que a empresa acompanhe apenas as informações imediatas.

Um exemplo disto é quando um empresário analisa o resultado do negócio olhando apenas para seu fluxo de caixa. Se este tipo de controle for realizado de forma isolada, irão faltar informações para medir a saúde financeira a longo prazo. A falta de informações sobre custos, lucratividade e rentabilidade por exemplo, podem impedir que os gestores identifiquem desvios e tendências do seu mercado, comprometendo o futuro da organização.

Principais indicadores financeiros

Existem diversos indicadores financeiros que podem ser utilizados para medir a saúde de uma empresa. Quanto mais complexo o negócio, mais controle se faz necessário.

Neste artigo, vamos apresentar os principais indicadores financeiros utilizados por pequenas e médias empresas.

Faturamento

Este é um dos indicadores mais utilizados e controlados nas empresas. Basicamente, ele indica quanto dinheiro vai entrar na organização através das suas vendas e fontes de receita.

Normalmente este indicador afeta diretamente as estratégias de vendas e marketing do negócio, que tem suas metas definidas pelo faturamento gerado. Quando o indicador está abaixo da meta, é hora de rever as estratégias comerciais e buscar novos clientes.

Margem de Contribuição

Este é um importante indicador financeiro, mas ainda pouco utilizado por muitas empresas. A margem de contribuição mostra quanto as vendas realizadas contribuíram para cobrir os custos fixos da empresa.

A margem de contribuição pode ser calculada de forma individual ou através de uma análise geral de todas as vendas, e é um indicador fundamental para a formação do preço final de produtos e serviços.

Basicamente, para calcular este indicador deve-se subtrair do valor de venda todos os custos variáveis relacionados àquela movimentação, como impostos e comissão do time de comercial.

Ponto de Equilíbrio

Ponto de equilíbrio é outro importante indicador financeiro que poderia ter mais atenção em muitas empresas. Através do ponto de equilíbrio os gestores sabem quanto precisam gerar de receita para cobrir todos seus custos e não acabarem no prejuízo.

O cálculo do ponto de equilíbrio depende diretamente da margem de contribuição, por isso a importância de se conhecer também este outro indicador.

Para se descobrir o ponto de equilíbrio de um negócio, deve aplicar apenas dois cálculos:

  • Gere um índice através da divisão da margem de contribuição pela receita total no período;
  • Faça a divisão dos custos fixos pelo índice gerado no item anterior.

Lucratividade

Muitos gestores confundem lucro com lucratividade, e estes indicadores tem muita diferença.

A lucratividade é a proporção entre as receitas e despesas, enquanto o lucro é o valor nominal do resultado, por exemplo: uma empresa que vende 100 mil reais por mês e tem um custo de 90 mil, tem um lucro de 10 mil reais e uma lucratividade de 10%. Da mesma forma, uma empresa que vende 50 mil reais e um custo de 40 mil, tem os mesmos 10 mil reais de lucro, porém com uma lucratividade de 20%.

Ter o controle sobre a lucratividade ajuda as empresas a terem um maior domínio sobre os seus custos, e quanto maior o índice de lucratividade, a empresa tende a sofrer menos com variações sazonais ou períodos de maior dificuldade nas vendas.

Rentabilidade

Este indicador financeiro revela o quanto o negócio está sendo rentável para o empresário ou grupo de investidores. Seu valor é descoberto através da divisão do resultado líquido da empresa pelo total do ativo.

O cálculo deste indicador pode revelar aos gestores se o valor investido no negócio está tendo o retorno esperado, ou se outro tipo de investimento não traria um melhor resultado aos acionistas.

Outros indicadores

Como falamos anteriormente, existem uma série de outros indicadores financeiros que podem ser controlados, e a necessidade de acompanhamento ou não varia de acordo com o segmento, porte da empresa, exigências de compliance e nível de detalhamento exigido pelos empresários.

Outros dois indicadores financeiros que tem ganhado muito espaço em empresas de serviços, em especial em negócios digitais, são o Custo de Aquisição de Clientes (CAC) e Tempo de Vida do Cliente (LTV, sigla em inglês para Life Time Value). Conheças melhor estes dois indicadores no nosso artigo sobre retenção de clientes.

Outros indicadores muito utilizados que valem a pena conhecer são:

  • Endividamento Total/Patrimônio
  • Margem EBITDA
  • Liquidez
  • Geração de Caixa
  • Ticket médio
  • Custos fixos

Como controlar seus indicadores

Apenas conhecer os indicadores financeiros não é o suficiente se o gestor não tiver condições de controlá-los. Empresas que possuem um sistema de gestão empresarial sendo utilizado da forma correta, como um ERP, podem extrair os dados e gerar seus indicadores através do próprio sistema.

Caso a empresa não tenha todos os dados estruturados, deve começar o quanto antes a controlar estas métricas, seja através de um sistema de gestão ou planilhas de Excel. Controlar os indicadores financeiros é fundamental para garantir uma gestão eficiente e a criação de uma empresa sustentável.

Veja como o pacote de planilhas de finanças empresariais desenvolvido por nossos parceiros pode lhe ajudar a ter controle total sobre seus indicadores financeiros.

Encontre mais informações sobre gestão financeira em nossos outros artigos:

Como montar um Fluxo de caixa completo para sua empresa

Gestão financeira: Guia prático e completo para sua empresa

Não deixe também de baixar nosso e-book Gratuito!

Gostou desse artigo? Deixe seus comentários e compartilhe com seus amigos!

Gostou!? Compartilhe com seus amigos....Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn