motivação no trabalho
Gestão

Motivação no trabalho: times engajados rendem mais

O tema motivação no trabalho tem ganhado cada vez mais espaço nas empresas, palestras ou cursos de gestão. Isso porque em determinadas áreas de negócio, há uma oferta de vagas maior do que a de profissionais capacitados, e neste caso, qualquer desmotivação no trabalho atual, é o suficiente para estas pessoas pularem de uma empresa para outra.

Outro motivo diretamente ligado ao tema motivação no trabalho, é essa tal de geração Y (pessoas nascidas na década de 80), e agora a geração Z (nascidos em meados da década de 90). Diferente da geração anterior, onde a maior preocupação era ter um emprego estável e uma estabilidade financeira, essas novas gerações se preocupam cada vez mais com qualidade de vida, liberdade e possibilidade de crescimento. Será que eles estão certos? Eu acredito que sim. Pense bem, você passa mais tempo no seu trabalho do que na sua casa com a sua família. Já imaginou passar 1/3 da sua vida em um local com pessoas que você mal consegue conviver, ou fazendo algo que você não gosta?

Bom, vamos então complicar um pouco mais. Imagine você como gestor de uma empresa, em um mercado onde a mão de obra é escassa, tem um monte de vagas abertas no mercado oferecendo bons salários, e toda a sua atual equipe é formada por pessoas das gerações Y e Z.

Pois é, é mais complicado do que parece. Algumas empresas de tecnologia tem sido pioneiras em alguns modelos de trabalho diferenciado, pensando em manter a motivação no trabalho elevada, fazendo o colaborador sentir que esta é a sua segunda casa. Está se tornando comum encontrar em alguns escritórios Puffs, vídeo game, mesas de jogos e geladeiras cheias de comida a vontade.

Mas como assim? Meus funcionários vão jogar sinuca no horário de trabalho? Bom, é claro que tudo precisa de controle. Mas se cada um tiver suas metas de produtividade claras e definidas, o próprio colaborador saberá o quanto pode “relaxar” e o quanto precisa trabalhar para entregar seus resultados, e estará sempre com a motivação no trabalho elevada.

Porém, é fato que quando os membros de uma equipe estão engajados e motivados, sua produtividade é aumentada e suas atitudes refletem de forma positiva na experiência e nos resultados do cliente. Já no cenário oposto, pessoas desmotivadas podem gerar um impacto fatal na sua empresa.

Neste post, mostraremos qual a importância da motivação no trabalho de um time e como fazer com que os seus colaboradores “vistam a camisa” do seu negócio. Confira:

A real importância da motivação no trabalho

A palavra motivação vem do latim movere,  significando mover-se para realizar uma ação. Logo, entendemos que motivação é um impulso interno que sentimos, direcionando-nos a tomar uma atitude, agir de certa forma, alcançar um objetivo. Quando um colaborador apresenta-se desmotivado, entendemos que ele não vê um motivo para se esforçar, e tampouco encontra uma boa razão para ir ao trabalho todos os dias e realizar um serviço de qualidade.

Mas, ao considerarmos que o sucesso de uma empresa está nas mãos de seu time e reconhecermos que todo profissional tem um papel decisivo dentro do negócio, independentemente da área em que ele atua, então promover ações para mantê-lo sempre motivado é fundamental. Se ele sentir-se satisfeito, suas atitudes refletirão de maneira positiva no final da cadeia produtiva, isto é, no cliente.

A motivação é importante principalmente em equipes de atendimento, pois seus membros acabam transmitindo empolgação e confiança em cada contato, aumentando a satisfação dos clientes e gerando mais resultados. Quando motivados, os colaboradores também tornam-se mais produtivos e passam a gostar do seu ambiente de trabalho, o que pode evitar o alto índice de rotatividade na empresa.

Os fatores que desanimam os profissionais de uma empresa

Em uma empresa, são inúmeros os fatores que podem desanimar uma equipe e fazer com que seus membros fiquem desmotivados. Um deles são os processos burocráticos, que acabam estressando e desanimando todos os colaboradores: a demora para conseguir realizar um processo ou obter uma autorização, por exemplo. Outro fator que desanima os profissionais é o controle de clientes, processos e tarefas por meio de ferramentas tradicionais e obsoletas, o que acaba consumindo grande parte do seu tempo com atividades ou processos lentos e descentralizados: atualização de várias planilhas para diferentes tarefas, por exemplo. Outros fatores estão diretamente ligados à benefícios que a empresa não oferece, como um bom plano de carreira, programas de capacitação e auxílios, como vale-alimentação, vale-transporte, plano de saúde, entre outros.

Mas, talvez o fato mais importante de todos seja, na verdade, o mais subjetivo: os colaboradores ficam desmotivados quando sentem que não pertencem ao time ou à empresa. Quando o funcionário não sente um vínculo, não se sente integrado a um grupo, nem mesmo um bom salário pode animá-lo. Por isso, é crucial não subestimar o poder do pertencimento para a motivação no trabalho, que pode estar presente em todas as ações tomadas para engajar os colaboradores, como as que apresentaremos a seguir.

3 ações para manter a sua equipe motivada

Muitos gestores acham que as ações motivacionais resumem-se apenas em oferecer incentivos materiais ou recompensas financeiras. Mas as necessidades dos seres humanos vão muito além disso. Conheça três ações que podem ser tão motivadoras quanto um ótimo salário ou benefícios:

1. Procure manter um relacionamento saudável

Tão importante quanto o relacionamento da empresa com o cliente, a sua relação com os seus colaboradores é essencial. Para manter um vínculo saudável com cada membro da equipe, os gestores devem buscar conhecer os sonhos e desejos pessoais e profissionais dos funcionários e mostrar-se interessado em realizá-los. Também é fundamental ouvir o que cada um tem a dizer a respeito do que poderia ser melhorado na empresa. Quando um colaborador percebe que sua opinião e satisfação é importante para a corporação, ele se sente uma peça fundamental.

2. Invista na formação da equipe

Promover cursos, palestras e workshops ou mesmo convidar profissionais para compartilhar suas experiências é uma ótima maneira de motivar o pessoal que toca o dia a dia da sua empresa. Isso porque, quando os profissionais se sentem lembrados pela empresa e veem que ela está disposta a investir em sua capacitação, eles ficam mais motivados e trabalham para alcançar os objetivos pessoais e corporativos.

3. Incentive o uso de tecnologias inovadoras

Nos dias de hoje, muito se fala sobre a utilização de tecnologias como influenciadoras da motivação e da produtividade de equipes. E isso não é à toa. As soluções tecnológicas voltadas para a colaboração, além de tornarem o trabalho mais prático, produtivo e prazeroso, ainda podem estimular os profissionais a compartilharem o seu conhecimento e fazer com que eles se sintam parte dos processos e equipes da empresa.

Na sua empresa, o que você está fazendo para motivar a sua equipe? Que ações motivacionais está promovendo para animar os seus colaboradores? Compartilhe as suas experiências com a gente nos comentários!

Gostou!? Compartilhe com seus amigos....Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on TwitterShare on LinkedIn